Pular para o conteúdo principal

Uma semana atípica na EA.

Em pé, da esq/dir: Elenir,?,Deolinda,Catarina,Lia,Dirlane,Izara,Lis,Leda,?,Leni,Guacira.Sentadas:Fátima,Tereza,Nadyr e Adele.
Esta semana, a EA movimentou-se por várias esferas. As atividades começaram na segunda-feira com aulas normais de Português e Ambiental. Já na terça-feira começaram as variações: na terça, visitamos a exposição de arte "Singularidades" a qual me referi na postagem anterior; na quarta-feira tivemos dois períodos da disciplina de Direito durante os quais testamos nossos conhecimentos sobre Previdência Social e Direitos da Empregada Doméstica em exercícios de palavras cruzadas; ainda na quarta fizemos nosso ensaio final para a apresentação do Adultos EnCanto na Igreja Luterana, no sábado próximo; participamos da gravação de um vídeo para a apresentação no programa D Docente da Seção Sindical dos Docentes da UFSM que será exibido no Canal 19 da NET; na quinta-feira, à noite, aconteceu o jantar em comemoração aos aniversários do primeiro quadrimestre de 2013; no sábado à tarde teremos a participação do colega Luis Fernando na rústica que será realizada durante as comemorações do 15º aniversário da FAMES e em homenagem às vítimas do incêndio da boate Kiss e à noite, o Adultos EnCanto fará sua participação no encontro de corais da Igreja Luterana. Uma semana atípica e que nos envolveu em atividades rotineiras e outras inusitadas que comprovam a variedade de coisas que vivenciam aqueles que participam deste projeto. Esperemos que tanto nosso atleta como o nosso coral consigam fechar com chave de ouro esta semana rica que  viveu a EA.
Na foto, o registro do jantar que ocorreu na noite de quinta-feira no Restaurante Iguaria.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Comemorar ou celebrar?

Encontrei na agenda da FAMES 2007 um texto muito interessante de autoria de Floriano Serra (Consultor de RH especializado em comportamento humano) que diferencia COMEMORAÇÃO de CELEBRAÇÃO.Vou reproduzir alguns trechos do artigo para suscitar uma reflexão.
"Comemorar e celebrar são a mesma coisa?...
...Comemoração, por exemplo, é interpretada e realizada como festa. Comemoram-se aniversários de nascimento, de casamento, de fundação, prêmios obtidos e momentos especiais...
...Em princípio, a celebração teria mais ou menos o mesmo sentido da comemoração mas hoje, no jargão organizacional, celebrar passa a ter um significado mais profundo, mais interativo, menos "festeiro"...
...Celebrar é compartilhar alegrias e vitórias , sem bandas e fanfarras.Celebra-se de modo discreto,quase silencioso,mas nem por isso menos intenso e verdadeiro.Para serem celebradas não precisam ser grandes alegrias e vitórias - até porque estas não têm tamanho ,peso nem altura. Ou são ou não são. Se são,…

Proteja o seu balão.

Na última quinta feira, tivemos uma aula extra de Gestão das Relações Humanas. O Prof. João Carlos nos surpreendeu com uma dinâmica que nos levou a encher balões, segurar um palito, fazer um círculo e jogando os balões para cima, mantê - los no ar, protejendo - os dos demais colegas. Passados alguns minutos, o professor nos instigou a atacar os demais balões com o intuito de afastar o "perigo" que eles significavam para o nosso balão. A partir daí foi um ataque geral, partimos com nossa "arma" para cima dos balões alheios e, um após outro, foram todos estourados.Feito isto, sentamo - nos e fizemos uma análise do nosso comportamento. Chegamos à conclusão de que demoramos para "agredir nossos adversários" porque, na realidade, não há competição entre nós, não nos vemos como adversários e, sim, como amigos, colegas. Em turmas de alunos mais jovens, segundo o professor, a iniciativa de furar o balão alheio, com o intuito de proteger o seu, é quase imediata.
Po…

VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE

. Queremos atingir a meta de  100% de vacinação na  Escola para Adultos. E quiçás  entre os blogueiros  que nos acompanham.
Saiba mais:

27/04/2016 16h44- Atualizado em27/04/2016 16h44
Saúde inicia sábado vacinação contra gripe; meta é imunizar 49,8 milhões Campanha vai até o dia 20 de maio e não deve ser prorrogada, diz ministro.
Vacina trivalente protege contra H1N1, H3N2 e uma cepa da Influenza B. Gabriel LuizDo G1 DF
FACEBOOK