quarta-feira, 18 de abril de 2012

Registros da Vila Belga


Como estava previsto, fomos à Vila Belga ver de perto a recuperação das 84 casas construídas em 1900 para abrigar os empregados da Viação Férrea do RGS. A atividade extra-classe foi proposta pela Profª de Arte Terapia, Profª Lisiane. Um bom número de colegas compareceu e se encantou com o que viu, um colorido vistoso nas fachadas da maioria das casas, algumas com detalhes lindos nas molduras das aberturas, lamentávelmente muitas já sofreram alterações na sua arquitetura. A pintura das fachadas foi feita em parceria com uma casa de tintas e com o auxílio do Exército, na mão de obra. Fomos acompanhados pela guia Vilma que, na medida do possível, nos contou algumas curiosidades a respeito da construção das casas, da Cooperativa, da Associação dos Emp. da Viação Férrea, contou-nos que existe um projeto que visa colocar a fiação elétrica e de telefonia via subterrânea e instalar luminárias de época nos postes que já se encontram colocados.. Tivemos a oportunidade de conhecer o Museu do azulejo, situado na Vila, onde se podem adquirir peças para reposição de pisos e revestimentos mais antigos. Saí pensando que este poderá vir a ser um ponto turístico importante de Santa Maria na medida em que haja a recuperação da Av. Rio Branco, da Gare e quem sabe, com o tempo, não se instala um restaurante ou um café no prédio onde funcionava o clube. Atração certa para turistas e santamarienses nostálgicos!

3 comentários:

  1. Bah colega Sonia, vende esta tua ideia final: um restaurante ali , seria muito legal!
    O passeio valeu!

    ResponderExcluir
  2. Com a palavra o poder público municipal e os empreendedores santamarienses...A idéia é ótima!

    ResponderExcluir

Gostou do que leu? Comente, seu comentário vai nos deixar muito felizes.