Pular para o conteúdo principal

Trabalho de Conclusão de Curso

Cadu ( de camiseta azul ) ladeado por parte dos participantes da pesquisa:à frente, da esq/dir na foto:Gerci,Sonia W.Élida, Izara,Mariza,Luiza,Elenir,Dirlane e Geny. Ao fundo: Dalva,Sonia T. e Luiz Fernando.

O mesmo grupo agora com o Prof, Leonardo, titular da disciplian de Informática.

No dia 28/11 último, Carlos Eduardo Weinzenmann defendeu seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)  sob o título: Benefícios da inclusão digital ao adulto - idoso. Cadu, como é mais conhecido, é nosso acadêmico monitor de Informática. A metodologia empregada por ele foi a da aplicação de questionários para colher as opiniões,  saber das dificuldades e as vantagens que os adultos da EA apresentam em relação às técnicas ensinadas nas nossas aulas e nas vivências com o conhecimento adquirido. O 1º questionário visava conhecer melhor os participantes da pesquisa e o 2º, verificar os conhecimentos da utilização da tecnologia e conhecimentos adquiridos durante o curso.  Uma das alunas entrevistadas - funcionária pública aposentada de 83 anos - quando questionada sobre qual a razão para estudar informática, respondeu:
_" Estou me preparando para o futuro, quando eu ficar velha e não puder mais andar pelo mundo com minhas próprias pernas, trarei o mundo pra mim, através da informática. Espero poder continuar atualizada e me comunicando com os parentes e amigos, lendo belas mensagens e ouvindo música.
Não são razões suficientes?"
Na conclusão do seu TCC, Cadu escreveu que a informática só vem a trazer benefícios aos adultos - idoso, tornando -se uma excelente atividade mental, auxilia a manutenção da memória e também proporciona a apreensão de algo novo valorizando a vida e as experiências das pessoas. 

Comentários

  1. Querido Cadu.
    Em primeiro lugar quero te parabenizar por teres concluido teu trabalho de TCC e o compartilhaste com teus alunos da EA. Parabéns!
    Também quero te agradecer por todo ensinamento que nos deste, e pela amizade que foi se solidificando ao longo das aulas que ministraste. Obrigada!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns a todos.
    Ao Cadu pelo TCC e aos alunos pelo desejo de saber, que não tem idade.
    Abraço e ótimo fim de semana

    ResponderExcluir
  3. OI,SONIA. OBRIGADA PELOS COMENTÁRIOS.PARABÉNS A TODOS!

    SEUS BLOGS ESTÃO EM MEUS FAVORITOS E RECEBO TODAS AS ATUALIZAÇÕES.

    MUITO BOM CONCLUIR ALGO E ESSE BLOG FALA DE AMIZADE,DE COMPARTILHAR.


    BEIJOS E ÓTIMO FIM DE SEMANA.

    DONETZA

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Gostou do que leu? Comente, seu comentário vai nos deixar muito felizes.

Postagens mais visitadas deste blog

Comemorar ou celebrar?

Encontrei na agenda da FAMES 2007 um texto muito interessante de autoria de Floriano Serra (Consultor de RH especializado em comportamento humano) que diferencia COMEMORAÇÃO de CELEBRAÇÃO.Vou reproduzir alguns trechos do artigo para suscitar uma reflexão.
"Comemorar e celebrar são a mesma coisa?...
...Comemoração, por exemplo, é interpretada e realizada como festa. Comemoram-se aniversários de nascimento, de casamento, de fundação, prêmios obtidos e momentos especiais...
...Em princípio, a celebração teria mais ou menos o mesmo sentido da comemoração mas hoje, no jargão organizacional, celebrar passa a ter um significado mais profundo, mais interativo, menos "festeiro"...
...Celebrar é compartilhar alegrias e vitórias , sem bandas e fanfarras.Celebra-se de modo discreto,quase silencioso,mas nem por isso menos intenso e verdadeiro.Para serem celebradas não precisam ser grandes alegrias e vitórias - até porque estas não têm tamanho ,peso nem altura. Ou são ou não são. Se são,…

Proteja o seu balão.

Na última quinta feira, tivemos uma aula extra de Gestão das Relações Humanas. O Prof. João Carlos nos surpreendeu com uma dinâmica que nos levou a encher balões, segurar um palito, fazer um círculo e jogando os balões para cima, mantê - los no ar, protejendo - os dos demais colegas. Passados alguns minutos, o professor nos instigou a atacar os demais balões com o intuito de afastar o "perigo" que eles significavam para o nosso balão. A partir daí foi um ataque geral, partimos com nossa "arma" para cima dos balões alheios e, um após outro, foram todos estourados.Feito isto, sentamo - nos e fizemos uma análise do nosso comportamento. Chegamos à conclusão de que demoramos para "agredir nossos adversários" porque, na realidade, não há competição entre nós, não nos vemos como adversários e, sim, como amigos, colegas. Em turmas de alunos mais jovens, segundo o professor, a iniciativa de furar o balão alheio, com o intuito de proteger o seu, é quase imediata.
Po…

VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE

. Queremos atingir a meta de  100% de vacinação na  Escola para Adultos. E quiçás  entre os blogueiros  que nos acompanham.
Saiba mais:

27/04/2016 16h44- Atualizado em27/04/2016 16h44
Saúde inicia sábado vacinação contra gripe; meta é imunizar 49,8 milhões Campanha vai até o dia 20 de maio e não deve ser prorrogada, diz ministro.
Vacina trivalente protege contra H1N1, H3N2 e uma cepa da Influenza B. Gabriel LuizDo G1 DF
FACEBOOK